Translate

segunda-feira, 6 de abril de 2015

A Procissão


O desenvolvimento humano é paradoxal!


Todos têm de caminhar juntos na busca da Meta Final, porém, somente aquele que se encontra com a sua individualidade, que estava perdida, realiza, neste encontro, a sua própria Salvação.


 Por quê?


Porque somos todos diferentes!


 

 

 

A PROCISSÃO


Passam todos numa procissão

levando em si mistério e ilusão.

 

O compasso de seus passos

é marcado pelos abraços

da vida que sentem assim,

tão inexplicável e sem fim.

 

O compasso de seus passos

é marcado pelos sonhadores.

Um passo, dois passos...

e todos caminham sofredores.

 

Passam todos numa procissão

levando em si mistério e ilusão.

 

O ritmo da escalada do nada é rápido!

Todos com seus dotes aparentes caminham!

Se iludem, se embriagam e sonham com a vida!

Todos perdidos no meio da imensa ladainha.

 

Passam todos numa procissão

levando em si mistério e ilusão.

 

Vivem, por viver,

por verem os outros viverem.

Falam, por falar,

por verem os outros falarem.

Sentem, por sentir,

por verem os outros sentirem.

Sonham, não por sonhar,

sonham, sim, por insatisfação,

por verem como é dura e cruel

esta terrível ilusão.

Amam, sem saberem o que é amar.

Sentem, sem saberem o que é sentir.

E, desumanos, no fim, são aqueles

que não amam  e nem sentem como eles.

 

Mas a procissão não pára.

Todos sem luz, perdidos na noite,

guiados por uma vaga esperança

que encanta e traz o açoite

com o estandarte da ilusão.

 

Passam todos numa procissão

levando em si mistério e ilusão.

 

Existem sem certeza da existência,

é tudo uma questão de sobrevivência.

Vivem, sem certeza da vida,

como que para pagar uma dívida.

Caminham, sem saber caminhar

porque a procissão não pode parar.

Esperam ansiosos a Luz,

mas, coitados, padecem na cruz.

 

E no meio da grande procissão

de vez em quando aparece

um solitário guardião,

mensageiro das preces

para salvar a multidão.

 

E a procissão segue seu “benfeitor”

esperando a salvação eterna.

Jura e devota todo o amor

ao afinal falso salvador.

 

A procissão está perdida.

E só agora pode entender

que preces não enchem barriga.

Todos comungam em si

uma revolta interior

que só agora perceberam

que nunca houve salvador.

 

A Luz afinal foi encontrada.

O caminho do bem foi mostrado.

O salvador é o próprio vivente,

basta deixar de ser inconsciente.

 

Chegou o que todos esperavam.

A procissão alcançou o seu ponto final,

como tudo que caminha tem que parar,

como tudo que nasce tem que morrer,

como todos que devem têm que pagar.

 

Passam todos numa procissão

achando em si a Imunização.

 

Param de procurar por salvadores

que não existem

e se voltam para o seu interior.

Todos vendo agora a realidade

pura e simples como ela é.

 

Passam todos numa procissão

achando em si a Imunização.

 

Todos vendo o Desencanto universal,

pois é chegada a Fase Racional.

O mundo inteiro agora consciente

de volta ao Grande Oriente,

deixando de viver como animal.

 

Passam todos numa procissão

achando em si a Imunização.


 Então, lutando ansiosamente, para encontrar o que perderam, que é a sua verdadeira individualidade de Razão Suprema Racional.